Marapuama em Pó: Para Que Serve, Benefícios e Efeitos Colaterais

A Marapuama também é conhecida pelo nome científico Ptychopetalum Uncinatum, ou como Viagra da Amazônia, muiratã ou muirapuama. É uma planta nativa da floresta da Amazônia, muito utilizada pelos índios nativos da região.

marapuama
Na língua indígena Muira Puama significa Muira = madeira e Puama = potente.

Nome Comum Muira Puama ou Marapuama
Nome Científico Ptychopetalum olacoides
Família Botânica Olacaceae
Riscos Nenhum conhecido
Habitat Nativa da Floresta Amazônica
Onde Encontrar Norte da América do Sul – Brasil
Como Consumir Extrato em pó, Cápsulas, Chá, Compressa ou Tópico

Essa planta é um arbusto e com 5 metros de altura no máximo e pode ser encontrada na natureza na forma de cascas picadas e de folhas frescas. Além de ser encontrada também em lojas de produtos naturais ou em farmácias de manipulação na forma em pó ou cápsulas.

Muirapuama é uma erva medicinal muito conhecida por seus efeitos estimulantes e afrodisíacos e sua exportação se dá para diversos países. Em termos de medicina alternativa, podemos encontrar muitas plantas um tanto desconhecidas, na maioria das vezes, porém de eficiência enorme, como é a Marapuama.

Para que serve

Historicamente suas raízes e suas cascas foram usadas de forma medicinal pelos indígenas na Amazônia e sua raiz servia para tratar problemas de paralisia causada por poliomielite nesses povos.

Os nativos ao longo do Rio Negro da Amazônia Brasileira usam os caules e as raízes da Muirapuama como um tônico para tratar os problemas neuromusculares.

Na Medicina Botânica Brasileira, Marapuama é conhecida como um estimulante sexual natural e conceituada como um poderoso afrodisíaco. Está na Farmacopeia Brasileira desde a década de 1950.

A erva aumenta o fluxo do sangue na região pélvica de homens e mulheres atuando como um estimulante da libido sexual. Ajudando a prolongar as ereções em homens, assim como a sensação de prazer e o orgasmo nas mulheres.

Marapuama tem ganhado popularidade nos Estados Unidos, onde os profissionais de saúde estão receitando o uso da erva para: depressão; impotência; cãibras menstruais e TPM; dor nervosa e distúrbios do sistema nervoso central. Na Europa essa planta é muito utilizada para tratar casos de disenteria.

Além disso, a Marapuama serve para:

  • melhorar a circulação do sangue;
  • fortalecer a saúde do coração;
  • tratar a anemia;
  • disfunção erétil;
  • aumentar a libido;
  • combater a fadiga e o estresse;
  • melhorando a memória
  • aliviar problemas estomacais, incluindo diarreia e disenteria;
  • tratamento da depressão;
  • fraqueza, gripe, vermes, inchaço, celulite,
  • prevenir a queda de cabelo.
  • tratar o reumatismo crônico (aplicada com tópico) e paralisias parciais.

Benefícios da Marapuama

Um dos seus principais benefícios seria a da melhora dos aspectos físicos e psicológicos e da libido. Inclusive, existem alguns estudos que relatam que a marapuama, pode aumentar consideravelmente os níveis de testosterona do corpo e efeitos ligados à sexualidade.

Também podemos citar aqui como benefício como excelente tônico neuromuscular e é muito importante sua atuação contra a debilidade, a fraqueza, perda de memória, fadiga e mal estar e na eficácia contra a depressão e pessoas estressadas.

Ainda podemos citar como benefício a sua atuação na queda de cabelo, beribéri (doença causada pela falta de vitamina B) e outras disfunções. Caso ela seja utilizada como extrato pode ajudar no combate da celulite e da artrose.

Propriedades

A casca de Muira Puama é rica em fitoquímicos, esteróis vegetais, ácidos graxos e óleos essenciais, triterpenos, cumarina, e um tipo de alcaloide, muirapuamina.

Graças a estes princípios ativos, possui propriedades analgésicas, antiulcerosas, além de diminuir o colesterol (efeito hipocolesterolémico).

Efeitos Colaterais

  1. Apesar de todos os benefícios citados acima, as chances dessa planta apresentar efeitos colaterais são pequenas por ela ser um remédio natural.
  2. Em raros casos, devido ao uso em excesso, consumo desenfreado e inadequado alguns efeitos colaterais podem surgir, tais como: insônia, tremor na mão e palpitações.
  3. A Marapuama não é um medicamento, porém o ideal é que sua utilização seja feita com a orientação de profissional de saúde.

Contraindicações

Devido à falta de estudos seguros, devem evitar o uso da Muirapuama:

  1. Mulheres grávidas ou que amamentam, as crianças e idosos;
  2. Pessoas com problemas de pressão arterial e do coração;
  3. Pessoas que possuem alguma alergia aos componentes da planta.

Como Usar

São muitas as maneiras de se usar essa erva e entre elas podemos citar na forma de compressa, tópico local, infusão de chá, em cápsulas ou como a planta em pó.

Na forma de compressa ou tópico, ela é aplicada na região em que está afetada pela má circulação sanguínea.

A Marapuama em pó in natura deve ser tomada em uma colher das de chá, que são cerca de 5g, em um copo com água e por três vezes ao dia.

Em combinação com outras ervas, como a Maca, Muira Puama é usada como um remédio natural para disfunções sexuais. Além disso, tal como comprava um estudo, as mulheres também podem experimentar um aumento da libido.

A dose oral recomendada de Muira Puama está compreendida entre 1000-1500 mg de um extrato em pó concentrado de 4:1.

O artigo Marapuama em Pó: Para Que Serve, Benefícios e Efeitos Colaterais apareceu primeiro em Rural BR.

Advertisements

Tudo Sobre Plantas Medicinais e suas Utilidades – Nomes de A a Z

Sempre é bom conhecer os benefícios das plantas medicinais para utilizá-las quando necessário. Isto porque, existe uma longa lista com nomes de diversas plantas e ervas com propriedades medicinais que podem ser usadas como remédio, chá, óleo ou apenas como tempero.

plantas medicinais

No meio ambiente, cada cultura tem as suas plantas medicinais favoritas e, de fato, em todos os continentes, encontram-se plantas que curam doenças comuns que podem nos afetar. No entanto, há algumas plantas ou ervas medicinais que já são universais porque se espalharam por todo o mundo.

Em tempos não tão distantes, estão sempre presentes em quintais e cozinhas, muitas são utilizadas para curar problemas de estômago, gripe, insônia, ansiedade, diabetes, impotência sexual, palpitações e entre outras condições.

O que são plantas medicinais?

As plantas medicinais são aquelas susceptíveis de serem utilizadas para algum fim curativo. Elas contêm substâncias com propriedades benéficas para a saúde do nosso organismo.

Deve-se diferenciar as plantas medicinais da fitoterapia, pois esta é usada para denominar a ciência que estuda o uso de produtos de origem vegetal com um fim terapêutico, usando como base para seus medicamentos, as drogas vegetais extraídos de plantas medicinais.

O conceito de droga vegetal faz referência a parte exata da planta medicinal que é usada com um fim terapêutico; deste modo, a droga vegetal se adapta à forma farmacêutica adequada para ser consumida.

Nomes e Para que Serve

Maca Peruana

De origem peruana, a Maca Andina, Lepidium meyenii, é considerada uma raiz com propriedades antidepressivas, estimuladora do sistema imunológico, muito benéfica para aliviar os sintomas da menopausa, com alto poder afrodisíaco tanto em homens como mulheres, reguladora de hormônios e que ajuda a prevenir alguns tipos de câncer.

A raiz da maca peruana garante o aporte de energia necessário para enfrentar o estresse diário, e também tem o poder da fertilidade. É um superalimento muito utilizo como estimulante sexual, além de ser um potente protetor da memória e da pele.

Moringa

A Moringa Oleifera é conhecida e utilizada por ser muito rica em nutrientes e poder ser usada em uma infinidade de remédios naturais para manter e recuperar a saúde. Com fins medicinais e nutricionais emprega-se, literalmente, toda a árvore: podem-se usar as folhas, os frutos, as sementes, as raízes e a casca. Já na Ayurveda (medicina tradicional indiana) indicava que a moringa era utilizada como remédio natural para mais de 300 doenças.

A Moringa é conhecida por suas propriedades medicinais, e pela grande variedade de usos terapêuticos e nutricionais.

Entre os nutrientes da moringa podemos destacar que suas folhas são ricas em: Vitamina C, possui Vitamina A, Vitaminas do grupo B (B1, B2, B3, B5, B6), Vitamina E, Vitamina K, minerais como o potássio, ferro, cálcio, fósforo, selênio, magnésio, triptofano e zinco.

A moringa é utilizado na medicina tradicional para casos de: asma, hepatite, epilepsia, diabetes, doenças cardíacas, tosse, pressão alta, artrite, doenças dos rins, anemia, desnutrição, bronquite, doenças de pele, tuberculose, problemas dos olhos, sintomas da menopausa.

Além disso, a moringa tem ação anti-inflamatória, efeito antibiótico e retarda o envelhecimento.

Stévia

A stévia é um pequena planta que não costuma ultrapassar os 80 cm de altura, perene, da família dos crisântemos, que normalmente cresce na América do Sul. O extrato de stévia é 200 vezes mais doce que o açúcar, não provoca o aumento dos níveis de insulina no sangue. É isso que a torna tão popular.

O gosto da estévia tem um início lento e uma duração mais longa do que a do açúcar, e alguns de seus extratos podem ter um sabor amargo ou alcaçuz em altas concentrações.

Valeriana

Graças à sua ação sedativa, a Valeriana Officinalis ajuda a diminuir a atividade do sistema nervoso central e do cérebro, exercendo um efeito relaxante, ideal para aqueles que sofrem de insônia. Estes efeitos tranquilizantes também parecem ser eficazes na redução da ansiedade e do estresse.

Ginseng

A raiz de ginseng, proveniente da Ásia, é uma das plantas medicinais com muitas propriedades benéficas. Contribui para aumentar o desempenho físico e mental, favorece a memória e reduz a sensação de cansaço, o que faz com que seja comumente utilizado entre os estudantes.

Além disso, ajuda a aumentar imunidade do organismo; é por isso que se costuma utilizar com frequência na prevenção de gripes e resfriados e contribui para a redução da pressão arterial.

Tribulus Terrestris

Tribulus Terrestris é considerada uma das plantas medicinais mais potentes do mundo, ficou famosa por ser bastante utilizada por atletas de elite para aumentar a resistência física.

O Tribulus exerce sua função sobre a testosterona e a libido, assim como também atua sobre o humor, diminui o peso de forma rápida, ajuda a obter um sono reparador, protege o sistema cardiovascular e é usado para evitar as dores musculares crônicas.

Rhodiola Rosea

Rhodiola Rosea é uma erva medicinal popular que se desenvolve no clima frio. Ela possui vários benefícios para a saúde, e pode aumentar a energia física e mental, durante momentos de estresse.

O artigo Tudo Sobre Plantas Medicinais e suas Utilidades – Nomes de A a Z apareceu primeiro em Rural BR.